Ana Tomich Design de Joias

Designer de Joias Personalizadas

Fale comigo

Faça parte dos queridinhos da Ana Tomich! Receba conteúdos exclusivos, cheios de histórias e amor!



Diferença entre diamante e brilhante: conheça e acerte na escolha!

Os diamantes representam elegância e, ao longo do tempo, foram associados às grandes histórias de amor e momentos extraordinários, não é mesmo?? Por seu simbolismo, ele é muito requisitado em joias que pretendem marcar uma data especial.

Masssssss, na hora de escolher a pedra preciosa ideal, é importante saber que existe diferença entre diamante e brilhante.

Isso mesmo, nem todo diamante é um brilhante! :O

Ficou confuso? Não se preocupe, pois vou explicar agora mesmo tudo que você precisa saber sobre diamantes e brilhantes. Acompanhe!

Mas afinal, qual é a diferença entre diamante e brilhante?

É comum ouvir falar em brilhante e diamante como se fossem sinônimos. Mas as duas palavras não significam a mesma coisa em todos os casos. Por isso, para identificar as diferenças temos que atentar às características de cada um. Veja só!

Diamante

O diamante é uma pedra preciosa obtida a partir de um único elemento, o carbono. Ele é formado sob pressão, durante milhares de anos, e é um dos elementos mais duros conhecidos pelo homem. Tanto que a origem grega do seu nome quer dizer indestrutível. Uau!!!

Brilhante

Sobre o tão famoso e cobiçado brilhante, a primeira coisa que precisamos saber é que ele é um tipo específico de lapidação do diamante. Seu formato e proporções evoluíram ao longo dos anos.

O brilhante é o formato mais comum e famoso da pedra e está usualmente presente nos desejados anéis de noivado, por exemplo. Sua popularidade é explicada pelo realce que o corte proporciona à peça.

Diamante lapidação brilhante (esq) x Diamante lapidação 8/8 (dir)

Como identificar o corte brilhante moderno???

Vamos lá! A arte de lapidar, basicamente, consiste em uma técnica artesanal de cortar a pedra preciosa. Com anos de pesquisas e passando pelas mãos de diversos lapidários, o corte brilhante foi aperfeiçoado.

Os especialistas concluíram que o modelo perfeito apresenta formato redondo, com cintura circular e o total de 57 facetas. Às vezes pode apresentar 58, caso a pedra também tenha a ponta lapidada.

E por que as facetas são tão importantes?

O objetivo das facetas é realçar o efeito óptico e sua capacidade de transformar a luz branca nas cores do arco-íris, e é esse o resultado que confere mais brilho.

Porém, é preciso observar com atenção as pedras que são lapidadas no formato redondo, com cintura circular, mas que têm menos facetas — elas são conhecidas como 8/8 (oito oito). Em função disso, o brilho e o valor delas é menor que o das abrilhantadas.

Por isso, sempre que você for adquirir um brilhante, lembre-se de conferir as facetas, pois pode acontecer de ser um diamante 8/8 lapidado no formato redondo. Afinal, como expliquei lá no início, no Brasil é comum usar o termo brilhante como sinônimo de diamante.

Garantir que sua gema tenha 57 ou 58 facetas é a melhor forma de ter certeza que você está adquirindo um brilhante legítimo. Chique, né?

Sendo assim, com diferenças que podem comprometer o resultado final desejado, é preciso prestar muita atenção quando for adquirir um brilhante. Na busca por sua peça ideal não poupe esforços, pesquise bastante e procure indicações, para você arrasar na sua aquisição! 😉

Concluindo, para não errar na escolha, observe o brilho e confira se a lapidação é a que você quer, o brilhante. Também é importante procurar um especialista de confiança que garantirá a autenticidade da sua tão sonhada joia. 🙂

Gostou de saber qual a diferença entre diamante e brilhante? Então, que tal acompanhar estas e outras informações que publicamos em nosso Facebook e Instagram? Te vejo lá! 😉

Gostou? Comente abaixo:

×

Oi, tudo joia? Aqui é o Vini.
Vai ser um prazer te ajudar e fazer parte da sua História.
Envie uma mensagem com sua solicitação/dúvida e assim que possível responderei.

× Deixe a gente fazer parte da sua História!